quinta-feira, 9 de outubro de 2008

À conversa...

... com o jornalista da Rádio Clube Minho.
Adelino Costa quis saber mais sobre o nosso voo, e convidou-nos para uma conversa.
Querem ouvir a 1.ª parte?



Se gostaram e quiserem ouvir a 2.ª parte, basta clicar aqui.

12 comentários:

rafa disse...

Estou muito contente por o nosso trabalho ter chegado à Guatemala, não pensava que o nosso trabalho fosse lá chegar, muito menos a professora. Como a professora diz o nosso bebé torna-se um homem. E espero que o da galinha galateia também.
Estou muito contente.
Rafaela

João disse...

Estou muito contente por o nosso trabalho ter ganho duas finais, mesmo que ele não ganhe em Hong-Kong, porque ele já percorreu o mundo: já esteve na França, no Brasil, na Guatemala, em Portugal e agora vai para Hong-Kong. Como a nossa professora referiu na conversa com o professor Paulo e o jornalista Adelino Costa, na rádio Clube do Minho, o que interessa é participar. Gostei e gosto de trabalhar em grupo, porque assim podemos aprender e explicar aos outros.
João

Fábio e Ricardo disse...

Nós ouvimos a conversa com o jornalista da Rádio Clube Minho, na qual a professora estava a falar sobre o blogue Voo-BPF. Este trabalho deve ser o único blogue colaborativo dos que participaram no concurso, porque envolveu escolas do Brasil, Portugal e França, que todos os alunos das escolas tinham trabalhado igualmente e que a escola de Portugal tem boas condições, porque tem bastante material informático.

Carlos e Roberto disse...

O que nós estivemos a ouvir foi sobre vários assuntos e sobre o blogue Voo-BPF.
Estamos muito contentes por termos colaborado com os países que colaboram no blogue Voo-BPF (Brasil e França). A conversa na Rádio Clube Minho estava interessante e também achámos que somos uma escola privilegiada


Carlos nº.8 e roberto nº21

carla disse...

Rádio clube Minho: jornalista, Adelino Costa.


A escola E,B 2,3 DR.Carlos Pinto Ferreira tem várias possibilidades de comunicação, por exemplo no ano passado fizemos um vídeo voo e falámos com alunos e professores da escola Padre Colbachini em Nova Bassano, da escola Álvaro Rocha na Barra do Pirai, do Liceu Internacional, Germain-en-Laye.

Carla nº7 do 6ºF

Ana Isabel disse...

Nós ouvimos a nossa professora a falar com um jornalista chamado Adelino Costa, a professora estava a falar sobre o nosso blogUE VooBPF. A professora FEZ-NOS OUVIR a conversa entre ela e o jornalista.
Nós ouvimos que nós, na escola E.B23.D.Carlos Pinto Ferreira, temos sorte porque temos um computador para cada mesa.
Nós, no 5º ano, também fizemos uma videoconferência onde falámos com os alunos e os professores que participaram neste trabalho: do Brasil e de França.


Ana nº1 6ºF

Luísa e Catarina disse...

Queremos dizer que a conversa foi muito interessante e no fundo uma homenagem a nós (bpf, todos). A professora fez com que o trabalho fosse colaborativo e que valesse a pena! Foi graças à escola e à professora que o nosso trabalho foi um sucesso.

Daniela e Beatriz disse...

Comentário


Eu e a minha colega achamos que a nossa professora tem toda a razão em dizer que todas as escolas trabalham da mesma forma.
Nós achamos que todas as escolas deviam ter computadores porque assim era muito mais fácil todos trabalharem e terem oportunidade de fazer coisas novas como o nosso blogue.

Daniela e Beatriz

Noé e Arminda disse...

Nós estivemos a ouvir uma conversa entre Adelino Costa, a nossa professora Emília Miranda e o professor Paulo Moreira.
A conversa foi sobre o nosso blogue, o Voo-Bpf, falaram sobre muitos assuntos entre quais os meios da escola que me despertou mais a atenção.
Gostamos todos de ouvir a conversa e achamos muito interessante. Foi pena a professora não nos deixar ouvir o resto na aula por falta de tempo.

Márcia e Arminda disse...

Sentimo-nos importantes mesmo sendo pré adolescentes e sabendo que podemos ter hipóteses de sermos alguém na vida!
Boa sorte em Hong Kong!

Márcia e Arminda.

Andréa De Carli disse...

Oi Marli
e demais componentes do projeto

Parabens pelos Voos que estão cada vez mais altos, mas com certeza com os pés no chão e planejamento bem estruturados.

O trabalho merece este reconhecimento por garra e dedicação, parabéns.

Carlos disse...

Parabéns aos professores e alunos!